siga-nos no facebook

Pais podem passar risco de câncer
de ovário para filhas

De acordo com uma matéria divulgada recentemente pela BBC News, cientistas americanos acreditam ter identificado uma nova mutação genética que pode aumentar o risco de câncer de ovário.  

A mutação é transmitida de pai para filha através do cromossomo X, e é independente de outros genes de susceptibilidade conhecidos para os quais as mulheres já podem ser testadas.

Atualmente, mulheres com histórico familiar de câncer podem ser testadas para o gene BRCA, que aumenta muito, a chance de uma mulher desenvolver câncer de mama e câncer de ovário.

A atriz Angelina Jolie, é um exemplo destes casos. Jolie herdou o gene BRCA1 de sua mãe – o que fez com que ela realizasse uma cirurgia preventiva depois que seus médicos estimaram que ela tinha um risco de 87% de desenvolver câncer de mama e um risco de 50% para o câncer de ovário.

Porém, os pesquisadores acreditam que pode haver muitos outros casos de câncer ovariano, aparentemente esporádicos, que são herdados – alguns através do cromossomo X que as garotas recebem do pai.

O principal autor do estudo, Kevin Eng, do Roswell Park Comprehensive Cancer Center, em Buffalo, Nova York, explica que o estudo aperfeiçoou um gene suspeito, chamado MAGEC3, localizado no cromossomo X dos pais.

“O que temos que fazer é ter o gene certo ao sequenciar mais famílias. Essa descoberta provocou muitas discussões em nosso grupo, sobre como encontrar essas famílias ligadas ao X. Trata-se de um padrão de tudo ou nada: uma família com três filhas, todas com câncer de ovário, tem mais probabilidade de estar relacionada a mutações hereditárias no cromossomo X  do que por mutações BRCA”, disse.

Os resultados apontaram que, cânceres de ovário ligados a genes herdados do pai (e da avó paterna) tinham uma idade de início mais precoce do que aqueles ligados a genes maternos, e também estavam associados a taxas mais altas de câncer de próstata em pais e filhos.

O câncer de ovário é frequentemente diagnosticado em um estágio tardio, quando é mais difícil de tratar. Por isso, esta descoberta poderá ajudar as mulheres com história familiar deste câncer a entender melhor o risco de desenvolver a doença, com uma imagem mais clara de como as falhas genéticas podem afetar o risco hereditário.

 

Câncer Ovário e o gene BRCA

As mutações nos genes BRCA1 e BRCA2, comumente associados ao câncer de mama, também levam ao câncer de ovário. 

Estas mutações acontecem quando um paciente tem uma alteração em um gene (uma parte do DNA) que faz com que esse gene perca ou potencialize sua função. Se esta mutação está presente em genes associados à síndrome de câncer de ovário, ela aumenta o risco de desenvolver a doença, podendo chegar a 62% o risco do paciente ter  câncer de ovário ao longo de sua vida.

E além do câncer de ovário, o paciente tem risco aumentado de desenvolver outros tipos de câncer, tais como: câncer de mama, câncer de pâncreas, melanoma e câncer de próstata (em portadores da mutação do sexo masculino).

Descobrir se você possui essa mutação é extremamente importante. Com um resultado positivo, a equipe médica envolvida pode fazer um monitoramento mais detalhado para a detecção precoce da doença.

Este monitoramento inclui medidas como: iniciar exames clínicos, indicar o uso de medicamentos ou cirurgias preventivas, além de ajudar seus familiares a entender seus riscos e como isso poderá afetá-los.

Seus familiares de 1º grau (pais, filhos e irmãos) têm um risco de 50% de ter herdado a mesma mutação que você. Por isso, eles devem ser alertados que podem ter risco elevado de desenvolver o câncer e que precisam procurar um médico para fazer o acompanhamento necessário.

A Gencell Pharma conta com uma das mais modernas formas de avaliar o risco de desenvolvimento de câncer hereditário (em homens e mulheres): o Teste de câncer hereditário  da Color Genomics.

Através dele é possível predizer o risco de desenvolvimento dos tipos mais comuns de câncer hereditário, como o câncer de mama, ovários, colorretal, pancreático e outros.

Conhecendo seu risco, você e seu médico podem criar um plano personalizado para prevenir e detectar precocemente o câncer em um estágio inicial e tratável. Para maiores informações sobre o Teste Color confira em nosso site

Fonte: BBC News

siga-nos no facebook
Fale Conosco pelo WhatsApp
Siga-nos no nosso programa de instalação